22 de maio de 2018

Mesmo em um mercado tão lucrativo, é natural que no dia a dia da gestão alguns problemas apareçam dos restaurantes.

O ideal, é identificar os erros o mais rápido possível, para corrigir estas situações e não deixar que os clientes sejam afetados por isso.

Afinal, pequenos erros podem comprometer a credibilidade, fechamento do caixa, confiança, pedidos e todos os processos de um restaurante.

Então, é necessário dobrarmos nossa atenção aos clientes e ter certeza que estamos fazendo de tudo para que se sintam satisfeitos ao deixar o local.

Quer conhecer os três maiores problemas dos restaurantes?

Continue conosco e saiba como evitá-los.

Conversas paralelas entre funcionários

Funcionários acabam criando amizades por trabalharem juntos todos os dias, mas é preciso tomar cuidado durante os horários de restaurante cheio.

As conversas entre os funcionários durante o horário de expediente é citado, por uma pesquisa feita pela Folha de São Paulo, como uma das principais queixas dos clientes.

Querer realizar um pedido, mudança ou solicitação e não encontrar um profissional pronto para lhe atender, pode ser desconfortável.

Porém, ver que o funcionário está ali, só não está atento ao cliente, pode gerar frustração e descontentamento.

Seja qual for o tamanho do seu restaurante, bom atendimento é prioridade. Por isso, vale a pena os lembretes diários aos funcionários, sempre repassando o quão importante é ter uma boa relação com os clientes.

Superlotação

Calma, não estamos falando de um restaurante cheio de clientes, apenas.

É comum encontrarmos restaurantes que, com o aumento da clientela, colocam mais mesas no salão, o que resulta em um ambiente sufocado no qual nem os garçons conseguem se movimentar com tranquilidade.

Não ter um espaço confortável para se locomover, para chegar até a mesa ou para ser atendido é, no mínimo, uma situação chata.

Além disso, clientes reclamam nessas situações pois muitas vezes é possível escutar claramente o que as pessoas da mesa ao lado estão falando, ou até mesmo ler o que o outro escreve no celular.

Essa ‘superlotação’ deixa uma imagem de descaso, um desconforto entre todos os clientes e uma aparência muito ruim para o restaurante.

Se o seu estabelecimento está nessa situação, procure aumentar o espaço entre as mesas se desfazendo de algumas.

É preferível ter um controle maior de reservas e listas de esperas do que ter um salão cheio de clientes, porém todos insatisfeitos com o espaço cheio.

Atendimento displicente

Os clientes esperam, no mínimo, serem bem atendidos, e por vezes isso não acontece.

A falta de atenção, despreparo, falta de experiência e conhecimento dos garçons durante os pedidos podem culminar em entregas erradas e esquecimento dos pedidos.

Pela perspectiva do cliente, é a pior coisa que poderia acontecer. É desgastante corrigir pedidos, esperar muito tempo ou não poder confiar no atendimento que está sendo dado.

Esses erros podem ser corrigidos com uma equipe bem preparada e com treinamentos diários e utilizando a tecnologia que muito nos serve no ambiente de trabalho.

Conheça o software MOGO Smart que contém funções que facilitam e agilizam o atendimento do garçom.

Consequentemente fazem com que o cliente se sinta bem servido, sem frustrações com pedidos e demoras.

guia-como-economizar-com-custos-operacionais

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *