17 de novembro de 2014

Diariamente o número de restaurantes se multiplicam! Se por um lado isso é bom, pois mais empregos são gerados a cada novo estabelecimento que nasce, a concorrência também pode dificultar a vida de quem é novo no negócio, não permitindo que ele sobreviva ao primeiro ano. Com um restaurante japonês isso não é diferente.

Nestes casos, optar por um negócio diferenciado neste mesmo segmento pode ser uma opção um pouco mais arriscada, mas com mais opções a serem exploradas, como é o caso do ramo de Comida Japonesa. O restaurante japonês é uma tendência que vem acompanhado o desejo das novas classes C de consumirem e terem experiências novas.

Mas como calcular estes riscos e saber se este ramo é viável?

A seguir nós separamos algumas dicas pra você entender um pouco mais sobre os riscos e variáveis dessa possibilidade. Veja:

viabilidade restaurante japones - mogo

Pesquise o local.

Procure saber se o local desejado para o estabelecimento tem a estrutura necessária para comportar todos os equipamentos e ambientes necessários para ambientação. Tem um fluxo de pessoas regular? Passa muita gente nova por lá? Quantas empresas e residências possuem em um raio de 1 km de seu estabelecimento? Há concorrentes nesta área?

Divulgue.

Uma boa forma de mensurar a viabilidade de um novo negócio é divulgando este novo produto e observando a reação do consumidor. Há certo nível de curiosidade? As pessoas se entusiasmam ao saber desta possibilidade? Uma forma de “testar” o seu potencial e atrair a atenção de novos clientes é montar um stand com “aperitivos” que irão instigar o público alvo e criar expectativa para a inauguração.

Conheça o perfil da região.

Quais são os hábitos das pessoas que moram ao redor deste local? Eles costumam almoçar fora? Quantas vezes por semana isso acontece? Eles tem o hábito de sair a noite para comer fora? Qual a classe social que constitui a região? Alguns destes dados podem ser recolhidos através de pesquisas realizadas pelo IBGE, enquanto outros podem ser retirados através de pesquisas específicas promovidas por você.

Pesquise a concorrência.

Existe algum outro estabelecimento na área que concorra diretamente no seu segmento? Que abrange o mesmo público? Quais são os serviços que tal empresa oferece? Qual o diferencial que sua empresa tem que o concorrente não? Estude, pesquise e evidencie os seus diferenciais, mostre ao consumidor que você é o melhor.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *