05 de julho de 2018

O verão está longe e a alta-temporada dos sorvetes nem começou! Mas quem deseja lucrar com uma sorveteria precisa se antecipar e começar os planejamentos.

Está pensando em entrar no segmento ou renovar o seu empreendimento?

Saber como montar uma sorveteria, passo a passo, desde a escolha da localização do ponto comercial até os equipamentos necessários pode lhe ajudar!

Confira:

Hora de pensar no verão! Você conhece os tipos de sorvetes?

Para lucrar e encarar um novo mercado com a venda de sorvetes no verão, o planejamento deve acontecer muito antes.

Estar por dentro dos tipos de sorvetes mais consumidos é certamente o primeiro passo para conhecer melhor esse universo e encontrar qual o produto ideal para comercializar.

O sorvete é universal e é consumido em sabores e formatos diversos.

Sorvetes artesanais

São preparados seguindo processos mais demorados, no estilo caseiro.

Sua textura é mais densa e cremosa, em razão da ausência de ferramentas de processamento sofisticadas.

Na maioria dos casos a sorveteria é responsável pela fabricação do sorvete, garantindo o caráter “artesanal” do produto.

Sorvete industrial

Popularmente encontrado nas prateleiras dos supermercados, o sorvete industrial é produzido em larga escala.

Estão presentes produtos como gordura hidrogenada e conservantes em sua composição.

Sorvete premium

O caráter “premium” dos sorvetes se deve, em grande parte, às matérias-primas utilizadas no preparo.

Quanto melhores os produtos, melhor o sorvete. E maior o preço de mercado.

São destinados ao público mais seletivo, que se preocupa com a qualidade e experiência de tomar um bom sorvete.

Soft mix

Essa modalidade de sorvete é tradicionalmente conhecida como “sorvete de máquina” ou expresso.

Pode ser servido em potes, casquinhas ou em preparos como o milk shake.

Gelato

Com receita que se aproxima do sorvete caseiro, o gelato tem origem italiana.

Seu preparo artesanal garante maior qualidade e menor presença de substâncias nocivas à saúde, como a gordura hidrogenada e conservantes.

Público-Alvo e Localização: saiba para quem você quer vender

Tão ou mais importante do que conhecer os tipos de sorvete é conhecer seu público-alvo.

Para quem você vai vender sorvetes?

Conhecendo seu público, você vai saber melhor como montar a sua sorveteria e o que oferecer para estes clientes.

Por exemplo: seus clientes serão turistas, em um ponto comercial como a praia, no auge do verão?

Que tal apostar em um ótimo buffet de sorvetes artesanais com espaço confortável para receber estas pessoas, um ambiente fresquinho e que seja a cara do verão?

Aliás, a localização do ponto comercial é essencial e pode ser responsável por definir o volume de vendas.

Quanto mais bem localizado e quanto mais você acertar a oferta do produto certo para o público certo, melhores os resultados.

Se a venda é focada em estudantes universitários, por exemplo, nada mais interessante do que instalar a sorveteria aos arredores de uma universidade.

Montar uma sorveteria sem levar em consideração a sua localização física é um erro.

Estude o mercado e tenha um plano de ações

É certo que para ter sucesso no verão, o ideal é montar a sua sorveteria com antecedência.

Mas isso não significa deixar de estudar e avaliar o mercado.

Ter um plano de ação, um planejamento, é mais do que recomendado.

Pesquise pelos preços, a demanda, a estrutura necessária e até mesmo as normas legais que incidem sobre esse modelo de negócio.

O que você precisa ter dentro de uma sorveteria?

Os equipamentos necessários dentro de uma sorveteria dependem do modelo de negócio adotado.

Se a produção for própria – como no caso de sorvetes caseiros – o empreendedor deve contar não apenas com máquinas específicas, mas também profissionais experientes no preparo de sorvetes.

Caso a escolha seja por sorvetes industrializados, os equipamentos são mínimos.

É preciso levar em conta a refrigeração e conservação do sorvete, as mesas no ambiente da loja, balcões de distribuição e utensílios em geral.

Quanto mais bem estruturada a sorveteria, maior a sua atratividade.

Conte com um ótimo sistema de gestão

Montar a sorveteria é o primeiro passo para lucrar com as vendas não apenas no verão, mas em todas as épocas do ano.

Um sistema de gestão inteligente pode ajudar a melhorar os processos internos.

Gestores de sorveterias ganham tempo e dinheiro ao automatizar alguns processos do negócio.

COMPARTILHAR

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *