23 de outubro de 2014

Diversos estudos realizados estimam que grande parte dos estabelecimentos do ramo alimentício não sobrevive ao primeiro ano e acaba fechando as portas. Os motivos são vários. Desde o mau planejamento, má administração de recursos, falta de experiência ou até mesmo um ponto comercial desfavorável.

Se as causas são variadas, as soluções, por um lado, são bem mais simples. Um estudo de viabilidade já é o suficiente para apontar vários destes problemas citados acima, prevenindo o futuro investidor dos riscos a serem calculados.

A seguir listaremos algumas dicas para que você conduza um estudo e esteja atento à viabilidade do seu negócio antes mesmo de abrir as portas.

1 – Analise as tendências da indústria e seu impacto no mercado local.

Utilize o modelo FOFA (Forças, Oportunidades, Fraquezas e Ameaças) para fazer um reconhecimento do mercado local comparando tendências e ameaças ao setor, problemas x soluções, etc.

Você também pode consultar dados no site da Associação Nacional de Restaurantes, associações locais, redes hoteleiras e afins. Observe os hábitos de alimentação e gerenciamento desses locais e seus arredores.

2 – Analise estatísticas demográficas e econômicas.

Uma vez que analisamos as tendências de mercado e apontamos as fraquezas x soluções, é hora de observar características mais específicas da região.

É necessário determinar a força do nicho de mercado que você pretende atingir. Quantos clientes em potencial constituem sua região? É viável se comparado aos gastos que serão necessários? O retorno será satisfatório? São questões que devem ser analisadas.

3 – Estude a concorrência.

• Trace um parâmetro para saber com o que terá que lidar. Quais as expectativas, quais falhas apresentadas pelo seu concorrente que você pode corrigir? Enfim, tudo que for necessário para competir pelo menos de igual para igual com ele, caso contrário estará fardado a ser sempre à sombra do seu concorrente.

4 – Mapeie o perfil da região.

O local escolhido tem um bom volume ou um padrão de tráfego? Qual o perfil residencial e empresarial da vizinhança? A região está ampliando, isto é, novas residências e locais estão sendo construídos ao redor? Busque estes dados em Secretarias de Desenvolvimento e Câmaras de Comércio locais.

Isso vai te dar um ideia de quanto o negócio pode crescer ou o quanto precisará investir novidades para manter o interesse do público.

5 – Refine seu conceito com base nos dados pesquisados.

Agora que você já analisou o perfil do seu público alvo, descobriu os hábitos da vizinhança. É hora de encontrar a melhor maneira de diferenciar-se no local e destacar-se para este público. Isso pode ser alcançado alinhando o seu estabelecimento com os desejos dos potenciais clientes.

6 – Projete seu potencial financeiro e compile projeções financeiras detalhadas.

Com base nos dados de mercado arrecadados até aqui, faça uma previsão de seu potencial de atrair clientes e dos gastos básicos em reais por cada visita. A partir daí, comece a detalhar mais suas projeções criando um orçamento operacional de mês a mês sobre vendas projetadas e custos operacionais das atividades desenvolvidas e sua manutenção.

COMPARTILHAR

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *