22 de abril de 2015

Nós já mencionamos diversas vezes aqui a importância de ter o controle do seu estabelecimento para a padronização de processos, melhor rendimento e redução de custos. Entretanto, a importância do controle em seu restaurante vai muito além dos já citados. Hoje nós falaremos sobre alguns aspectos mais organizacionais de modo geral.

Porque devo controlar.

Controlar as variáveis que envolvem seu restaurante implica diretamente na solução de problemas a médio e longo e evita que você desperdice o seu tempo com tarefas desnecessárias, digamos que até cotidianas, como por exemplo, falta de ingredientes para a preparação de determinados pratos e afins. Problemas como estes “trancam” a sua gestão e fazem com que você estagne em um único lugar.

Para sair desta inércia e desenvolver mecanismos que conduzam o seu restaurante a outra esfera organizacional, algumas medidas devem ser tomadas.

controle - restaurante. MOGO SISTEMAS

Mapeamento.

Para evitar maiores desperdícios, tais como dinheiro e tempo, o mapeamento de processos é indispensável! Mapeando os processos você, gestor, pode analisar as atividades que estão sendo desenvolvidas corretamente e detectar os pontos críticos, possíveis falhas onde podem ser implementadas melhorias.

Detalhamento.

Ter o controle do seu Restaurante vai além da contagem de estoque, saber quanto entra x quanto sai do seu caixa. Você, gestor, deve ter o controle detalhado de quantos pratos foram vendidos ao final de cada mês, quais foram mais vendidos, qual a porcentagem de lucro em cada um deles (valor bruto x valor líquido), entre outros.

Tanto controle só pode ser atingido de uma única forma: com uma boa administração e um sistema de automação. (logo mais falaremos melhor sobre isso)

Padronização.

Sinônimo de eficiência, a padronização assegura a todos os envolvidos pratos com qualidade, estimativa de tempo, agilidade, entre outros benefícios. Mais do que isso, ao padronizar processos você minimiza erros, economiza o tempo de gestão de tarefas, e consequentemente evita desperdícios (de tempo e dinheiro).

Descentralização.

Por último (e não menos importante), a descentralização de tarefas é o que vai impedir que as situações citadas acima aconteçam, onde o gestor acaba sendo sobrecarregado. Para evitar que isso aconteça, atribua tarefas e responsabilidades individuais para cada colaborador do seu estabelecimento.

Por fim, é imprescindível observar que organizações/empresas bem sucedidas são, sobretudo, organizadas, e isso só é conquistado através do controle e padronização.

Para adotar estas medidas o quanto antes e começar a aumentar seu desempenho, adquira primeiramente um sistema de automação que se adeque as suas necessidades.

Com a Mogo Sistemas você tem o controle de tudo em seu Restaurante!

Gerencie processos, relatórios e dados com nós, convertendo bom desempenho a lucratividade.

Como escolher o melhor sistema para seu restaurante?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *