09 de março de 2015

Nem todos nós temos condições de nos tornarmos “Mestres da Administração” quando optamos por abrir a nossa própria micro e pequena empresa. Por este e outros motivos é tão difícil empreender e manter-se no mercado. Especialmente no caso de restaurantes, que raramente sobrevivem ao seu primeiro ano cujos dados levantados eram alarmantes.

Entretanto, não é necessário ser nenhum grande administrador pra conseguir fazer o seu negócio “vingar”. Algumas técnicas básicas de Gestão Financeira já são o suficientes para que você possa empregar um conjunto de ações e procedimentos administrativos. Eles irão controlar as atividades de sua empresa, integrando todas as tarefas ligadas à obtenção, utilização e controle de recursos financeiros.

Para saber quais são e como utilizar os seus conceitos básicos, continue a ler esse post:

Gestão Financeira - Conceitos básicos para administrar seu Restaurante - TRENDCONGRESSO

Gestão Financeira

Custos Variáveis: São os custos que aumentam quando você aumenta a produção.

Custos Fixos: São custos que não dependem de sua demanda/vendas para alterarem o peso de seu valor. Exemplo: Conta de luz e aluguel.

Resultado: É basicamente o número de vendas x quantia de gastos. O quanto entrou e saiu do caixa. Investimento x Retorno. Para analisa-lo, utilizamos o chamado Demonstrativo de Resultado Financeiro (DRE).

Fluxo de Caixa: Basicamente é o valor que é movimentado no caixa no decorrer do dia/semana/mês/ano.

Agora que você já sabe a definição de alguns conceitos básicos da gestão financeira, é hora de receber algumas dicas para se manter uma boa gestão. Exemplo:

– Evite misturar dinheiro pessoal com o que entra na empresa, ou chegará um ponto em que não saberá mais o que é lucro, despesa e salário.

– Negocie, sempre que puder, prazos prolongados, e tenha em mente que mais importante do que lucrar é vender (no primeiro instante), pois só assim você fará o seu negócio “girar”, movimentando o fluxo de caixa e adquirindo capital.

– Tenha o controle total do seu dinheiro x gastos, consultando extratos detalhados da movimentação diária do caixa, entradas, saídas, resultados x fluxo.

– Planeje-se e preveja o máximo que puder! Se há determinados dias em que a movimentação é reduzida, trace estratégias para mudar esse quadro. Esteja preparado caso o seu produto seja sazonal, quando houver mudanças de estação.

Por fim, para uma melhor gestão financeira, controle de gastos e visualização detalhada de informações pertinentes à administração, contrate um serviço de Gestão para Restaurantes.

Acesse o site do Mogo Smart e saiba como ele pode te ajudar a administrar melhor o seu negócio!

Como escolher o melhor sistema para seu restaurante?

COMPARTILHAR

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *