20 de fevereiro de 2018

A harmonização consiste na arte de combinar um alimento a uma bebida, tornando a experiência gastronômica ainda mais marcante.

O vinho é uma das bebidas mais tradicionais para harmonização, mas agora a tendência é introduzir outros sabores, como o da cerveja, gim, rum, uísque e coquetéis diversos.

A técnica de harmonização é ótima para conquistar clientes, podendo ser utilizada tanto por grandes quanto pequenos estabelecimentos.

Oferecer a opção de harmonização no menu é um grande diferencial, gerando destaque para o seu bar ou restaurante.

A harmonização além do vinho: por que oferecer ao seu cliente outras opções de combinações?

O mundo não é estático, assim como os gostos. O tempo em que o vinho era a única opção de combinação na hora da refeição passou.

Os clientes procuram cada vez mais por variedade na hora fazer harmonizações.

Você, como gestor de restaurante, bar ou lanchonete deve estar atento aos anseios e desejos.

Converse com seu chef de cozinha. Em muitos casos, sem grandes mudanças no menu é possível indicar boas harmonizações para os clientes.

Converse com sua equipe e treine bem seu atendimento para todos estarem preparados na hora de indicar para o cliente qual é a melhor opção.

O que harmoniza com o que?

Apesar da criatividade ser um dos fatores determinantes na hora de criar combinações, existem algumas direções que podem seguidas.

Saber o que harmoniza com o que é fundamental para não fazer confusão.

Afinal de contas, o sabor da bebida deve servir para evidenciar o sabor do alimento.

Entradas

As entradas harmonizam muito bem com bebidas leves, como as cervejas de baixo teor alcoólico, os vinhos brancos ou rosados e alguns coquetéis mais suaves.

A escolha por bebidas leves visa abrir o paladar do cliente, para que ele aproveite ao máximo as refeições e bebidas seguintes.

Pratos Principais

Na harmonização dos pratos principais a criatividade deve estar sempre presente.

Massas combinam muito bem com vinhos e cervejas mais amargas.

O sabor mais marcante da bebida ajuda a intensificar o sabor do alimento.

Os pratos fritos ou gordurosos caem muito bem com a cerveja, que faz diminuir a sensação de gordura natural aos alimentos.

Sobremesas

Para as sobremesas suaves, os vinhos doces e frutados são uma fornecem uma excelente combinação.

Já as sobremesas fortes podem ser harmonizadas com licores frutados ou à base de café.

Na hora de elaborar o menu de opções, lembre-se de que as bebidas mais fortes combinam com alimentos de sabor doce mais acentuado.

Como trabalhar essas tendências em pequenos restaurantes e bares?

Mesmo nos mais pequenos estabelecimentos é possível trabalhar a harmonização, seja com o vinho, a cerveja, licores ou coquetéis em geral.

O mais importante é que você consiga transmitir aos clientes sofisticação, demonstrando o comprometimento do seu estabelecimento em atender com excelência.

No cardápio do seu bar ou restaurante, ainda que pequenos, ofereça sempre a opção de harmonizações.

Essa é uma tendência poderosa que vai te ajudar a conquistar qualquer cliente.

 

Harmonizações para conquistar qualquer cliente

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *